Abramet reitera posicionamento sobre PL 3267

A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) reafirmou nesta terça-feira (2) que é favorável ao parecer apresentado pelo relator, deputado Juscelino Filho (DEM-MA) e que pode ser alvo de votação em Plenário nos próximos dias. Segundo o presidente da entidade, Antonio Meira Júnior, o relatório “garante pontos importantes para a redução dos acidentes e a preservação da vida no trânsito brasileiro”.

De acordo com o relatório apresentado ao Plenário (ACESSE A ÍNTEGRA AQUI), elaborado a partir do texto original do projeto enviado Executivo, está contemplado o rigor na exigência do uso da chamada cadeirinha para o transporte de crianças e o reconhecimento dos médicos de tráfego e psicólogos do trânsito como profissionais responsáveis pela realização dos exames de aptidão física e mental e de avaliação psicológica, respectivamente.

Meira Júnior avalia como positivo o parecer do relator e demonstra confiança de que as regras do Código serão desburocratizadas sem colocar em risco as políticas e ferramentas para a redução de acidentes.

Em vídeo divulgado hoje no canal do YouTube da Abramet, o presidente da entidade, juntamente com a representante da Associação Brasileira de Psicologia de Tráfego (Abrapsit), Patrícia Sandri, convidou médicos, psicólogos, outros profissionais de saúde e sociedade em geral a se mobilizarem para sensibilizar parlamentares para aprovar o parecer apresentado pelo relator, deputado Juscelino Filho (DEM-MA).

“Diante da possibilidade da votação imediata, estamos trabalhando para que as propostas a favor da vida e de ampliação da segurança no trânsito sejam mantidas pelo Plenário”, disse Meira. Após aprovado na Câmara, o texto deve passar ainda pelo Senado Federal, para posteriormente seguir para sanção presidencial.

Leia também: Brasileiros contam com plataforma para sensibilizar parlamentares e assegurar votação responsável das novas regras do CTB