Debates sobre a saúde no trânsito encerram Congresso Nacional da ABRAMET na Bahia


Mais de dois mil profissionais discutiram soluções para a saúde no trânsito e mobilidade sustentável em Costa do Sauípe de 14 a 17 de setembro

Trânsito saudável e menos vítimas fatais no Brasil. No que depender dos mais de dois mil profissionais que participaram dos XII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego e I Congresso Brasileiro de Psicologia de Tráfego essas serão as diretrizes a serem trabalhadas nos próximos anos. Especialistas de tráfego de todo o Brasil estiveram reunidos, desde o dia 14 de setembro, em Costa do Sauípe (BA), debatendo índices atuais e propondo alternativas para garantia da diminuição das taxas de mortalidade decorrentes dos acidentes de trânsito no país.

O encontro realizado pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) trouxe discussões fundamentais sobre a saúde no trânsito e mobilidade sustentável e reuniu as maiores autoridades de Trânsito e Saúde do país. “O congresso conseguiu atingir seu objetivo de fazer um intercâmbio científico, trazendo as maiores autoridades do país para discutir e propor ações concretas de redução da morbimortalidade no trânsito brasileiro. Por isso, é importante agradecer a todas as instituições e entidades que apostaram no evento e deram apoio e/ou patrocínio. Em especial, aos médicos e psicólogos que estiveram presentes”, resumiu Antônio Meira, presidente do Congresso e da ABRAMET Bahia.

O ministro da Saúde Ricardo Barros, que veio à Bahia especialmente para o evento, reafirmou o compromisso do Ministério da Saúde em unir esforços com a Abramet em campanhas e ações efetivas voltadas para a redução dos índices alarmantes relacionados a acidentes de trânsito. “O papel do médico de tráfego é, nesse atual e crítico cenário, fundamental para que avancemos com essas discussões em prol da vida, por isso venho reafirmar essa parceria e estou certo de que aqui abriremos nesse evento um diálogo importante”, resumiu Barros no segundo dia de evento (15).

Além dele, também estiveram presentes entre as mesas-redondas e painéis autoridades locais como o secretário de Saúde do Governo do Estado da Bahia, Dr. Fábio Vilas Boas, que representou o governador Rui Costa, Dom Murilo Kruger, Arcebispo de Salvador, Primaz do Brasil, além representantes da Organização Mundial de Saúde e de Departamentos e Conselhos Nacionais de Trânsito.

Durante os três dias de Congresso, mais de 40 palestras, mesas-redondas, cursos e painéis, além de apresentações de trabalhados acadêmicos, levantaram questões atuais como educação continuada, evoluções tecnológicas, mobilidade urbana, exames toxicológicos, novo Código de Trânsito Brasileiro, entre outras. Além dos debates, o encontro contou ainda com o lançamento do Atlas de Acidentes de Trânsito no Brasil, publicação que reúne os principais dados estatísticos e analíticos atualizados sobre trânsito, elaboração em colaboração pelos doutores Pedro Manoel dos Santos e Maria Helena de Mello Jorge.

Cidadania e Sustentabilidade – Entre as ações paralelas, o Congresso promoveu no início da tarde de sábado (16), o plantio de uma muda de pau-brasil no Complexo da Costa do Sauípe. A ação educativa e simbólica, parte da Iniciativa Carbono Zero, foi realizada em parceria com a Prefeitura de Mata de São João. As demais mudas de árvores, todas características da Mata Atlântica, serão plantadas pela região de Sauípe após o fim do evento, quando for possível calcular a real da emissão de carbono emitido durante a realização do evento. “Nosso objetivo é compensar da melhor forma os impactos ambientais gerados pelo congresso”, explicou Antônio Meira. Além dele, participaram da ação de plantio o diretor de comunicação da ABRAMET, Bernardo Viana, o diretor científico da ABRAMET, Ricardo Hegele, e o secretário de Cultura, Turismo e Comunicação de Mata de São João, Alexandre Rossi.

Na sexta-feira (15), outra ação chamou a atenção de turista e congressistas. Uma ação de salvamento do Grupamento Aeropolicial e Resgate Aéreo (GRAER) da Polícia Militar da Bahia (PM-BA). Conduzida pelo Major César Ricardo a ação contou com seis policiais do grupamento, que simularam o resgate de uma vítima de acidente de trânsito com o Guardião 9, helicóptero EC145, atualmente o de maior capacidade da PM-BA.

MINISTRO RICARDO BARROS FALA SOBRE IMPACTOS DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO PARA A SAÚDE

A queda no índice geral de óbitos em acidentes de trânsito e os impactos diretos desses números para a saúde pública brasileira foram alguns dos pontos destacados pelo ministro da Saúde Ricardo Barros durante a sua passagem pelo XII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego nesta sexta-feira (15), em Costa do Sauípe.

O ministro foi recebido pelo presidente da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET) na Bahia, Antônio Meira, e compôs uma mesa que contou também a participação do secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas Boas, do presidente nacional da Abramet, Juarez Molinari, além dos deputados federais Christiane Yared (PR), vice-presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, e Sérgio Brito, relator da Comissão de Alteração do Código de Trânsito Brasileiro.

Entre outras questões, o ministro ressaltou a queda de 11% no número de mortes em acidentes de trânsito, segundo dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), redução que atrelou diretamente à desaceleração da economia do país e consequente decréscimo do aumento da frota de veículos. Segundo o ministro, cerca de 70% a 80% das vítimas de acidentes de trânsito são atendidas pelo Sistema Único de Saúde, o que resultou, entre 2010 e 2015, no gasto de mais de R$ 1,3 bilhão.

Barros falou também sobre a importância da fiscalização das leis de trânsito por parte dos prefeitos e gestores regionais e da atuação dos médicos de tráfego para os avanços das questões relativas à saúde o trânsito e monitoramento de acidentes. “O papel do médico de tráfego, é nesse atual cenário, fundamental para que avancemos com essas discussões, por isso venho reafirmar essa parceria do Ministério da Saúde com a Abramet. Abriremos aqui nesse evento um diálogo importante”, disse o ministro.

NOVO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO É DEBATIDO NO CONGRESSO DE MEDICINA DO TRÁFEGO

O segundo dia do XII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego e I Congresso Brasileiro de Psicologia de Tráfego começou em Sauípe com um debate com representantes dos principais veículos de comunicação da Bahia. Dentre os assuntos discutidos estão a prevenção de acidentes e novas possibilidades de coberturas jornalísticas. Durante a amanhã aconteceram ainda mesas de discussões sobre problemas e soluções com a mobilidade urbana, além da divulgação de dados atualizados sobre acidentes de trânsito no Brasil com a pesquisadora Maria Helena, responsável pela produção de conteúdo do Atlas 2017 da ABRAMET. Entre as informações mais relevantes divulgadas estão o aumento da frota de veículos em todo o país, com destaque para as motocicletas. A Bahia liderou o ranking norte e nordeste em 2016 com quase 4 milhões de veículos.

Para falar sobre o Novo Código de Trânsito Brasileiro, o congresso recebeu o relator do projeto, deputado Sérgio Brito. Durante o bate-papo, ele ressaltou sobre a necessidade de mudanças no código atual, que completa 20 anos no próximo dia 23, como redução da velocidade nas vias, fim dos corredores de motos e mais rigor com as ações criminais. Quem também esteve no congresso nesta tarde foi o ministro da Saúde Ricardo Barros. Aos congressistas, o ministro pontuou sobre a queda no índice geral de óbitos em acidentes de trânsito e os impactos diretos desses números para a saúde pública brasileira, com queda de 11% em 2015 em relação a 2014.

GRAER SIMULA AÇÃO DE RESGATE NA COSTA DO SAUÍPE

Turistas e congressistas do XII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego que circulavam pela Costa do Sauípe no início da tarde desta sexta-feira (15) puderam acompanhar de perto uma ação de salvamento do Grupamento Aeropolicial e Resgate Aéreo (GRAER) da Polícia Militar da Bahia (PM-BA). Conduzida pelo Major César Ricardo a ação contou com seis policiais do grupamento, que simularam o resgate de uma vítima de acidente de trânsito com o Guardião 9, helicóptero EC145, atualmente o de maior capacidade da PM-BA. A ação, que contou com apoio também do Corpo de Bombeiros, destacou o preparo da Polícia Militar da Bahia para salvamentos desse tipo e fez parte da programação do congresso de tráfego, que reúne mais de 2 mil pessoas no Complexo Costa do Sauípe até o dia 17 de setembro.

Serviço:

XII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego e I Congresso Brasileiro de Psicologia de Tráfego
Data: 14 a 17 de setembro (quinta a domingo)
Local: Complexo da Costa do Sauípe
Saiba mais: http://www.abramet.net/congresso/