Medicina de Tráfego divulga orientações sobre avaliação de candidatos e condutores usuários de drogas

A Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) divulgou orientações para a avaliação de condutores ou candidatos a condutores de veículos automotores com suspeita ou comprovação do uso de substâncias psicoativas. Dirigido aos médicos de tráfego associados, o documento recomenda que o especialista considere “inapto temporário” o candidato que informe fazer uso de drogas ilícitas, pois tais substâncias interferem ou influenciam nas funções cerebrais ou nos processos mentais envolvidos na condução veicular e certamente irão afetar o desempenho do condutor.

LEIA O DOCUMENTO AQUI

“O uso de drogas ilícitas é um fator importante no aumento da morbimortalidade dos acidentes de trânsito e precisamos contribuir para reduzir sua presença”, afirma Flavio Emir Adura, diretor científico da Abramet. “Com esse alerta, oferecemos ao médico de tráfego subsídios para a melhor decisão clínica na hora da avaliação”.

O documento aborda os riscos associados ao uso de drogas, apresentados na publicação “Efeito do uso de drogas sobre o comportamento e a cognição de motoristas”, e orienta que o médico de tráfego solicite a realização de exame toxicológico de larga janela de detecção caso o candidato retorne para avaliação informando ter deixado de usar tais substâncias. A Abramet também orienta como o especialista deve proceder nos casos em que o candidato não declara, mas o uso de drogas fique evidente durante o exame.

Fonte: https://abramet.com.br/noticias/medicina-de-trafego-divulga-orientacoes-sobre-avaliacao-de-candidatos-e-condutores-usuarios-de-drogas/