Para reduzir mortes e sequelas em acidentes, Abramet apoia Semana Nacional do Trânsito

“Perceba o risco. Proteja a vida”. Este é o tema da edição 2020 da Semana Nacional de Trânsito, aberta no dia 18 de setembro em todo o País para alertar a população para os riscos no trânsito e fomentar ações para preservar a vida e reduzir os índices de acidentes com vítimas fatais e portadores de sequelas.

Coordenada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a iniciativa tem o apoio da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) e realizará ações até o dia 25. O evento de abertura será realizado de 10h ao meio dia, pelos perfis do Denatran no Instagram, Facebook e Twitter: @denatran.

“Essa é uma campanha muito importante para o Brasil, a que sempre aderimos, por ser muito coerente com o posicionamento de nossa entidade, que é fazer da educação a principal ferramenta para reduzir a violência no trânsito”, afirma Antonio Meira Júnior, presidente da Abramet. “É preciso, cada vez mais, unirmos esforços para educar a população e fazer da prevenção o caminho para termos menos mortes todos os dias pelas ruas e estradas”.

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, a Semana Nacional de Trânsito deste ano será realizada pela internet, alinhada à “Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito – 2011/2020” para conscientizar a sociedade sobre a importância da mudança de comportamento, de forma a fomentar maior responsabilidade individual na proteção à vida.

“Acidentes de trânsito são uma das principais causas de óbito e sequelas em todo o mundo, quadro que se repete também no Brasil”, lembra José Montal, diretor e representante da Abramet na Câmara Temática de Educação e Saúde para o Trânsito do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Na edição deste ano, as iniciativas se concentrarão em ações educativas como o Hackatran 2020, maratonas, palestras, oficinas e webinares. Tudo será transmitido pelas redes sociais do Denatran e de suas representações estaduais. Segundo o calendário oficial do Denatran, ao longo do mês de setembro serão promovidas campanhas que:

  1. Abordem a vulnerabilidade dos pedestres, ciclistas, motociclistas e pessoas com deficiência, os quais estão mais expostos ao risco de lesões, caso sofram um acidente, ressaltando a fragilidade inerente a esses usuários, com especial enfoque nos motociclistas e ciclistas, entregadores, em face do crescente número de fatalidades envolvendo estes usuários, alertando que o uso de capacete pode salvar vidas.
  2. Abordem a relação de violência e conflitos entre os usuários do trânsito, reforçando seu caráter coletivo e abordando a importância de cuidar de si e do outro.

Fonte: https://abramet.com.br/noticias/para-reduzir-mortes-e-sequelas-em-acidentes-abramet-apoia-semana-nacional-do-transito/