Abramet abre inscrições para a primeira prova de título em Medicina do Tráfego de 2022

A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), em parceria com a Associação Médica Brasileira (AMB), iniciou nesta segunda-feira, 10 de janeiro, as inscrições para a primeira prova para a obtenção do Título de Especialista em Medicina do Tráfego de 2022: os interessados terão até o dia 24 para acessar o edital e aplicar para o processo seletivo. Expedido pela AMB, o Título de Especialista em Medicina do Tráfego abre as portas para uma das especialidades que mais cresce no Brasil. A prova será aplicada em 27/03/2022, das 09 às 12 horas, simultaneamente nas cidades de Goiânia (GO) e Porto Velho (RO), conforme estabelecido no edital.

ACESSE O EDITAL AQUI

O exame de suficiência envolve prova teórica, prova teórico-prática e análise curricular. O edital estabelece critérios aderentes às exigências firmadas em convênio entre a AMB e a Abramet, garantindo aos participantes a segurança necessária para obter sua titulação. A medicina do tráfego é uma especialidade médica marcada pela interface com diversos ramos da medicina e da saúde.

Sem burocracia – Para realizar a inscrição, o médico deve encaminhar todos os documentos exigidos no edital para a Abramet, exclusivamente por meio do endereço eletrônico provadetitulo2022@abramet.org.br, até as 23h59 do dia 24 de janeiro e aguardar o envio do boleto bancário para pagamento da taxa de inscrição. A confirmação da inscrição será informada ao candidato pelo email cadastrado, até o dia 14/02/2022. A Abramet fixou prazo até 17/02/2022 para que sejam anexados os documentos requeridos.

Em 01/03 será divulgada pela entidade a lista de candidatos aptos a realizar a prova de título. Aplicado o exame, o gabarito e o espelho de correção das provas serão apresentados em 28/03, dia seguinte ao certame. Candidatos terão até o 01/04 para apresentar recurso, cujo desfecho será apresentado até o dia 15/04 pelo site da entidade – www.abramet.org.br.

Estão aptos a participar do concurso os médicos que concluíram residência médica em Medicina do Tráfego, em programa devidamente reconhecido pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM); ou aqueles que possuam certificado de conclusão em Treinamento em Medicina do Tráfego, previamente reconhecido pela Abramet. Também estão habilitados os médicos que, comprovarem o exercício de atividades profissionais em Medicina do Tráfego num período mínimo de quatro anos.

Prova – A avaliação dos candidatos será realizado por:

  • uma prova de conhecimento teórico, exame escrito tipo teste, com questões de múltipla escolha, composta de 50 (cinquenta) questões com 5 (cinco) respostas alternativas e com duração de duas horas, equivalente a 60% da nota final (peso seis);
  • uma prova teórico-prática escrita através de apresentação de cenários e/ou casos relativos à especialidade, e com duração de uma hora equivalente a 30% da nota final (peso três);
  • análise do currículo do qual devem constar os itens estabelecidos no edital (ver o ANEXO II), equivalente a 10% da nota final (peso um).

Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem média igual ou superior a 6 (seis), sendo necessário obter para a aprovação, no mínimo, nota 6 (seis) na prova escrita. As notas serão calculadas com uma casa decimal, numa escala entre 0 (zero) e 10 (dez).