Seja bem-vindo! Hoje é: quinta, 23 de Maio de 2024

Abramet chama atenção para o impacto do uso de medicamentos na direção veicular e mobiliza imprensa brasileira

| Notícias

O consumo de medicamentos tem crescido no Brasil, impactando a vida das pessoas de diversas formas. Embora o uso de remédios esteja ligado à busca por prevenção e tratamento de doenças, seus efeitos colaterais podem afetar diretamente a habilidade de dirigir dos usuários. Para esclarecer essa interface, a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) publicou uma diretriz de conduta médica inédita, avaliando o impacto de diversas medicações – especialmente aquelas com substâncias psicoativas – sobre a capacidade de dirigir: a entidade mobilizou a imprensa de todo o País para alertar a população sobre o tema. 

Destinado aos médicos do tráfego e a todo o sistema de saúde, o documento também leva ao cidadão um alerta sobre os cuidados que o usuário dos mais diversos tipos de remédios deve tomar ao assumir a direção. A importância do assunto manteve a Abramet na mídia durante todo o mês de fevereiro, com ampla e qualificada repercussão da nova diretriz: foram publicadas mais de 400 notícias nos mais diversos meios, em âmbito nacional e regional de todo o Brasil, em veículos impressos, eletrônicos e online. 

Nas reportagens, os especialistas da Abramet destacaram medicamentos de uso intensivo, como antialérgicos, antidepressivos e relaxantes musculares, mostrando como seu uso interfere na capacidade de dirigir do motorista. A mensagem da entidade foi amplificada por portais de grande impacto como o UOL e Agência Brasil; pelos jornais Folha de S.Paulo, O Globo e O Estado de São Paulo, com alcance nacional; emissoras de rádio e TV como o SBT, Record, CNN e Cultura. 

Confira a repercussão completa AQUI.