Abramet comunica o falecimento de Trajano Roberto Alfonso Henke

Com pesar, a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) comunica o falecimento de Trajano Roberto Alfonso Henke, médico do tráfego, do trabalho e pneumologista que presidia a Federada da Abramet no Rio Grande do Sul. Batalhador, Trajano atuava na linha de frente contra a covid-19 na cidade de Rio Pardo (RS), onde morava, e recentemente foi acometido pela doença que tanto ajudou a combater e vencer na vida de muitos pacientes.
O 1º vice-presidente da Abramet, Ricardo Hegele, exalta a trajetória do médico e amigo. “Um homem ponderado, conciliador, colega e grande parceiro. Era também muito espirituoso, sempre alegre e disponível. Foi um grande mestre na Medicina do Tráfego, mas certamente fará muita falta para toda a Medicina brasileira. Vai em paz, com a missão cumprida”.
“Perdi um grande amigo e irmão. Nesse momento de tristeza, a desejamos que o conforto encontre o coração de sua família, amigos e admiradores. Está é, sem dúvida, uma perda dolorosa para todos, em especial para o Rio Grande do Sul, que perde um colega tão dedicado ao cuidado de seus pacientes”, lamentou o conterrâneo e ex-presidente da Abramet, Juarez Molinari.
Dr. Trajano, como era conhecido, era presidente da Abramet-RS desde 2014. Foi também diretor de Ética Médica da Abramet em gestões anteriores e na atual era membro suplente do Conselheiro Fiscal da instituição nacional. Além disso, fazia parte do Conselho de Representantes da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) e era membro da Câmara Técnica de Medicina de Tráfego do Conselho Regional de Medicina (Cremers).