Abramet participa do Encontro Nacional dos Detrans, evento que teve como tema principal inovações para segurança no trânsito

A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) participou nesta semana de importante discussão sobre novas tecnologias aplicadas ao trânsito. No painel do segundo dia do 69º Encontro Nacional dos Detrans foi apresentado experiências exitosas no controle e uso de recursos humanos e materiais com a incorporação de ideias criativas e soluções tecnológicas em diversos campos, entre eles a gestão do exame médico de candidatos a condutor.

Iniciativa da Associação Nacional dos Detrans (AND), o evento foi realizado em Brasília e contou com a presença da Associação Brasileira de Psicologia do Tráfego (Abrapsit). “Foi feito um debate muito pertinente e relevante sobre inovação. A tecnologia está cada vez mais presente na vida em sociedade e deve ser usada para construirmos avanços nas políticas destinadas ao trânsito”, afirmou o dr. Antonio Meira Junior, presidente da Abramet.

Na oportunidade, relata, a Medicina do Tráfego levou o conhecimento acumulado nesse campo, buscando contribuir para novos passos que tornem o trânsito mais seguro e ajudem a preservar a vida. “Foi um evento muito produtivo. Parabenizamos e agradecemos à AND, na pessoa se deu presidente, Neto Mascellani, por conduzir essa troca de experiências fundamental em prol da segurança e da saúde dos brasileiros”, ressaltou Meira Júnior.

O Encontro Nacional dos Detrans é um dos principais eventos do calendário anual da AND. Para a sua 69ª edição, a organização escolheu a tecnologia como tema central da programação. Durante dois dias, palestrantes de diversas instituições participaram dos debates, com temas associados à digitalização e tecnologia de serviços, as novas regras do Código de Trânsito Brasileiro e outros.

Prontuário eletrônico – O evento também foi palco para exposição de um sistema pioneiro nos Detrans que, seguindo os padrões éticos estabelecidos pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), garante mais segurança e confiabilidade aos dados dos cidadãos. Trata-se de um prontuário eletrônico, em implantação pelo Detran Paraná, usado no momento do exame médico para a primeira habilitação e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O sistema foi apresentado pelo coordenador médico do Detran-PR e presidente da Abramet/PR, Dirceu Silveira Júnior. Com o novo sistema, no momento do exame o médico preenche digitalmente uma ficha de anamnese do candidato, que é inserida no sistema e fica arquivada junto com sua foto e biometria. Isso torna possível acessar o histórico com todas as informações do usuário sempre que precisar repetir o exame.

“O prontuário permite uma continuidade nas avaliações do candidato durante toda a sua vida, trazendo maior segurança para as informações. Além disso, permite que todos os documentos e pareceres trazidos por ele possam ser arquivados digitalmente. É um sistema 100% digital e pioneiro no País”, comenta Dirceu Júnior.