Com participação de mais de 300 médicos, curso da Abramet atualiza médicos do tráfego de todo o País

A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) bateu recorde de audiência no curso de atualização que realizou no sábado, 17/07. Realizado online e focado nos temas que pautam o dia a dia do médico do tráfego, a imersão registrou mais de 300 participantes simultaneamente. A adesão reforça as iniciativas da entidade no campo da formação, com a realização de lives e cursos para estimular a capacitação continuada do médico do tráfego.

“Esse curso, gratuito e exclusivo para os associados da nossa entidade, foi pensado para os médicos do tráfego já titulados e para aqueles que estão em processo de formação para obtenção do título de especialista em Medicina do Tráfego. É mais uma contribuição para mantermos um atendimento de excelência a população que busca obter ou renovar sua carteira de habilitação”, afirma Antonio Meira Junior, presidente da Abramet. “Manter o médico do tráfego atualizado, com informação qualificada e confiável, é tarefa prioritária da Abramet e nossa gestão tem buscado inovações nesse campo”, acrescenta.

Enquete realizada pela entidade registrou que dos médicos participantes do curso, 61% já possuíam o título de especialista em medicina do tráfego. “Essa adesão demonstra que o médico brasileiro é um profissional atento e zeloso do seu ofício, como deve ser, e está atento às normas. Ficamos muito honrados em receber tantos profissionais interessados em aprimorar o conhecimento e abrir horizontes, preparando-se para melhor atender a população”, comenta o dr. Flávio Emir Adura, diretor científico da Abramet. “Nós cumprimos uma programação com temas relevantes, apresentados por colegas de grande experiência e qualidade. Foi um curso muito produtivo e faremos outros brevemente”.

A enquete também mediu a satisfação do participante: 99,9 % de qualificaram a imersão como excelente ou muito boa. Para 96,8% os conteúdos apresentados foram qualificados como extremamente úteis (83%) e úteis (outros16,8%). “Essa avaliação demonstra que estamos no caminho correto e que cursos como esse são de grande relevância para auxiliar o médico para o melhor exercício da medicina do tráfego”, comenta o presidente da Abramet.

Um dos temas da programação foi a correta aplicação do Exame de Aptidão Física e Mental (EAFM), aplicado pelo médico do tráfego ao candidato a concessão ou renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O exame é um dos mais importantes mecanismos de prevenção ao sinistro de trânsito e de acompanhamento da saúde do cidadão. “Transmitir esse conhecimento é prioridade, missão institucional inquestionável da Abramet, também para o médico não titulado. Todos devem conhecer o padrão correto da perícia, de forma que ao realizarem o EAFM possam contribuir para a redução dos indicadores de sinistros”, justifica.

Debate qualificado – Sucesso de público, o curso percorreu um programa robusto, abordando temas de grande relevância no dia a dia do médico do tráfego, como o prazo de prazo de validade do EAFM; os procedimentos médicos exigidos pela Resolução do CONTRAN para a realização do EAFM; procedimentos para o exame físico geral e exames específicos (avaliações oftalmológica, otorrinolaringológica; cardiorrespiratória; neurológica, distúrbios do sono e do aparelho locomotor).

A programação também discutiu as diretrizes para Avaliação Clínica de Condutor com Mobilidade Reduzida – NBR 14.970, da instauração de Juntas Médicas de Recurso; de diretrizes da Medicina. O curso permitiu, ainda, a apresentação de casos clínicos. Os especialistas mobilizados pela Abramet responderam perguntas e tiraram dúvidas participantes.