No Fantástico, Abramet orienta motorista como prevenir os riscos do sono e da fadiga ao volante

A Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET) recomenda ao motorista que evite dirigir quando estiver cansado ou com sono: o melhor, esclarece, é descansar antes de pegar o volante, uma vez que cochilar ao volante é uma das situações mais perigosas. A orientação da entidade foi apresentada em reportagem do Fantástico, programa dominical TV Globo, que contou o caso de Francisco Cavalcante, motorista que rolou por uma ribanceira na rodovia MG-190, no Triângulo Mineiro, nos primeiros dias de janeiro. “Quando eu senti, a caminhonete já estava voando”, relatou o motorista. “Eu cochilei”, reconheceu, em matéria exibida no domingo (10).

VEJA A MATÉRIA DO FANTÁSTICO AQUI

O acidente aconteceu quando Francisco voltava para casa. Ao acionar a Polícia, a família informou que ele estava trabalhando sem pausa há vários dias. Na rodovia, não havendo sinais de acidente nem da presença do veículo, a Polícia Militar decidiu usar um drone para ampliar as buscas. O uso da ferramenta permitiu encontrar o veículo, que despencou de uma altura de 25 metros. A reportagem informa que foram dois dias de buscar e 15 pessoas envolvidas no resgate. O motorista se recupera das lesões sofridas no acidente.

“Muitas pessoas acreditam que uma parada, tomar um cafezinho, lavar o rosto, ligar e aumentar o som do carro ou abrir os vidros vai ajudar, mas não é o suficiente para você vencer o sono”, afirmou o dr. Antonio Meira Junior, presidente da Abramet. Ouvido pelo Fantástico, ele acrescentou: “O ideal, se estiver com sono, é não dirigir. Parar em um local seguro e dormir”.

Essa é uma das recomendações da entidade, que mantém em sua rotina o alerta permanente aos motoristas que conduzem os veículos pelas estradas do País. Em 2017, em parceria com a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Abramet e a Associação Brasileira de Neurologia (ABN) lançaram a campanha www.naodecaronaaosono.com.br, cujo objetivo é conscientizar motoristas sobre a importância de se ter um sono saudável.

SONOLÊNCIA – O sono é uma das principais condições de saúde que mais motivam acidentes de trânsito nas rodovias brasileiras, segundo levantamento recente da Abramet. Este fator motivou cerca de 22,6 mil acidentes registrados nas rodovias, causando 2.092 mortes e deixando 22.645 feridos, entre 2014 e julho de 2020.

“Observar bons hábitos de sono, tratando possíveis doenças e obtendo sono suficiente antes de qualquer viagem, previne acidentes causados por sonolência”, lembra o diretor científico da Abramet, Flavio Adura. A sonolência excessiva, segundo ele, acarreta redução do tempo de reação, julgamento, visão e dificuldades no processo da informação e memória de curto prazo.

Segundo ele, uma vez que haja sonolência, é muito difícil evitar cair no sono a qualquer momento, então o condutor deve estacionar o carro em um local seguro. ”Feche as janelas do carro, tranque as portas, e deite-se no banco do motorista para dormir por pelo menos 20 a 30 minutos”, recomenda.