Seja bem-vindo! Hoje é: terça, 28 de Maio de 2024

Seminário da Anfavea discute uso de novas tecnologias para reduzir sinistros de trânsito

| Notícias

A Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) marcou presença no seminário Conduzindo o Futuro da Eletrificação No Brasil, realizado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), em 14 de junho na cidade de Brasília (DF). Na oportunidade, representantes da entidade defenderam a busca por inovação como mecanismo estratégico no esforço pela redução de sinistros de trânsito, tendo como objetivo principal proteger e preservar a vida humana.

“Temos estreitado o diálogo com grandes montadoras instaladas no Brasil, como a Volvo e a General Motors, e debatido sobre a segurança veicular. A plataforma elétrica, dotada de baterias poderosas e mais capacidade de processamento de dados, permite que sejam implementadas tecnologias de semi-automação e automação veicular, contribuindo assim para uma melhora na assistência de condução, trazendo mais segurança”, afirmou Adriano Isabella, diretor de Representantes e Federadas e membro da Comissão de Inovação e Tecnologia da entidade. A Abramet também enviou ao evento Fhilipe Xavier, seu representante no Estado de Pernambuco.

Realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, com o tema Um olhar para a infraestrutura e para a indústria nacional, o seminário recebeu autoridades como o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, e o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin. A programação envolveu painéis com especialistas brasileiros e estrangeiros, dos setores público e privado, percorrendo temas de grande relevância para a indústria automobilística e a mobilidade no Brasil. A Anfavea também apresentou 40 veículos eletrificados de empresas associadas, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e chassis de ônibus.

Durante sua participação, Fhilipe Xavier destacou que o uso de novas tecnologias pela indústria terá impacto positivo também sobre a pauta ambiental. “Sabemos também do ganho inestimável para o meio ambiente com esse processo de descarbonização”, apontou. “As morbidades do sistema de trânsito vão além dos sinistros. Doenças respiratórias causadas pela poluição veicular contribuem para deterioração da saúde das pessoas nos grandes centros. Tornar a frota veicular mais sustentável será um grande passo para reduzirmos esse tipo de moléstia”, acrescentou.

Na oportunidade, a Abramet reforçou o convite feito ao vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, para que participe do XV Congresso Brasileiro de Medicina do Tráfego, que será realizado de 14 a 16 de setembro de 2023 no Costão do Santinho em Florianópolis (SC). Principal evento do calendário anual da especialidade no Brasil, o Congresso Brasileiro é espaço estratégico para o debate de temas associados à mobilidade segura, inclusive na interface com a indústria.