Abramet endossa defesa do uso de máscaras para combater a covid-19

A Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) é uma das entidades médicas que assina nota divulgada pela Associação Médica Brasileira (AMB) em defesa do uso de máscaras faciais como medida essencial na prevenção à covid-19. Coerente com o trabalho realizado desde o início da pandemia, a entidade tem orientado os médicos do tráfego e alertado a população sobre os cuidados para evitar a transmissão do novo coronavírus no Brasil.

LEIA A NOTA AQUI

“A pandemia não acabou e alcança seu momento mais grave no Brasil, com o aumento significativo do número de casos e o colapso iminente do atendimento à saúde. É muito importante que todos estejamos atentos e unidos no enfrentamento dessa crise”, justifica o dr. Antonio Meira Júnior, presidente da Abramet. “Não é possível fazer prevenção sem o uso da máscara facial, combinada ao distanciamento social e higiene frequente das mãos”.

Na nota, as entidades signatárias avaliam o agravamento da pandemia e pedem que a população mantenha os cuidados para evitar a covid-19. “A AMB e suas federadas estaduais em conjunto com as sociedades de especialidades médicas que assinam esta recomendação, fazem um apelo à população brasileira e à sociedade civil, para o uso imprescindível de máscaras e reforçam a sua importância”, diz o documento.

Em mais um alerta para o respeito à prevenção e à ciência, a nota enfatiza a importância de cada cidadão fazer a sua parte. “É urgente que as medidas efetivas para diminuir a transmissão da doença sejam assumidas pela população como compromisso social para diminuir a possibilidade do surgimento de novas variantes do vírus e o colapso total dos serviços de saúde de todo país.”.

Focada na proteção e preservação da vida no trânsito, a Abramet tem atuado para orientar a população desde a chegada do novo coronavírus ao Brasil. A entidade preparou e disseminou estudos e dados científicos, assim como cartilhas e outras ações para esclarecer e levar informação confiável e contribuir com o esforço na prevenção e controle da transmissão do vírus.

“No dia a dia, se todo cidadão usar máscara sempre que sair de casa, menos pessoas se contaminarão e menor também será a presença de vírus nas superfícies. Parados e sem usar máscara, as gotículas que exalamos caem no chão após percorrer uma distância de 1,5 a 2 metros”, esclarece Carlos Eid, coordenador da Comissão de Estudos Epidemiológicos para Enfrentamento da covid-19 da Abramet.

Para saber mais, acesse AQUI